Por que devo falar espanhol?

Por que devo falar espanhol?

POR KEILA NAVAS

12 razões pelas quais devo falar espanhol.

Sim você leu exatamente certo!

Não são somente 3, 5 ou 10, mas sim 12 motivos com vantagens para você sair da sua zona de conforto e aprender outro idioma como espanhol, pois passeia pelo lazer, caminha no seu aumento expressivo de salário e percorre na melhora de sua saúde cognitiva (mental/intelectual).O

1- Espanhol é a segunda língua mais falada do mundo

São cerca de 500 milhões de falantes nativos.

O espanhol, que tem sua origem no latim falado e é o idioma oficial de 20 grandes países sem contar a Espanha.

Aprender espanhol é saber se comunicar com pessoas de 20 grandes países, que são Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Espanha, Equador, Guatemala, Guiné Equatorial, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela, que têm este idioma como língua oficial, sem passar apuros.

O espanhol também é uma das seis línguas oficiais das Nações Unidas. Também é usado como dialeto oficial pela União Europeia, a Organização dos Estados Americanos, a União de Nações Sul-Americanas, a Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos, a União Africana, o Mercado Comum do Sul e muitas outras organizações internacionais.

Aproximadamente 100 milhões de pessoas falam espanhol como segunda língua.

Nos Estados Unidos e Canadá, o espanhol é a língua estrangeira mais popular, e portanto, a mais ensinada nas universidades e nas escolas primárias e secundárias.

3- Terceiro motivo e também a terceira língua mais falada em termos de quantidade de habitantes

É a 3º língua mais falada em termos de quantidade de habitantes, ficando somente atrás do inglês e do mandarim, a língua oficial da República da China.

4- Importância internacional

O espanhol é, depois do inglês, a segunda língua mundial como veículo de comunicação internacional, especialmente no comércio, e a terceira língua internacional de política, diplomacia, economia e cultura, depois do inglês e do francês.

5- Rica literatura

Foi no século XVII, conhecido como século de ouro, que a Espanha colheu muitos frutos com a produção literária e assim grandes obras foram realizadas.

Ao aprender espanhol, você será capaz de ler, no idioma original, inúmeros autores talentosos, tanto espanhóis como latino-americanos.

A lista inclui:

Gabriel García Marquez (Colômbia) escritor, jornalista, editor, ativista e político que vendeu mais de 40 milhões de livros entre eles rias El relato de un náufrago, El amor em los tiempos del cólera, Cem anos de solidão, Memórias de minhas putas e Ninguém escreve ao coronel

Federico García Lorca (Espanha), foi um poeta e dramaturgo uma das primeiras vítimas da Guerra Civil Espanhola, criou um movimento de teatro chamado La Barraca. E, foi duramente perseguido por conta de sua homoafetividade.

Miguel de Cervantes (Espanha), trabalho é considerado entre os mais importantes em toda a literatura, com a obra Dom Quixote de La Mancha

E também Mario Vargas Llosa (Peru) jornalistaescritor e político peruano que em 2010 foi honrado com o Nobel de Literatura, com movimento literário chamado de ‘Boom latino-americano’.

Pablo Neruda, Isabel Allende (Chile), Julio Cortázar, Jorge Luis Borges (Argentina), Gioconda Belli (Nicarágua), Carlos Fuentes (México), entre muitos outros.

6- Culinária espanhola 

É parte da culinária mediterrânica, embora com características próprias.

Ao aprender espanhol ficará muito mais fácil entender melhor estilos culinários tão confundidos, mas, distintos entre si- que seria a culinária espanhola, mexicana e peruana.

É da Espanha que vêm a paella, navarro,jamón ibérico, o gazpacho, o salmorejo, a páprica, o churros, a sangria  para beber a tequila.

7- Comportamentos iguais ao seu

Aprender, estudar e entender espanhol você poderá saber que comportamentos que faz no seu dia a dia tem origem espanhola.

Como por exemplo, o hábito de tomar vinho nas refeições e ter pão como acompanhamento na maioria das refeições. Assim como usar azeite para frituras e cru para saladas e o emprego de alho e cebola para produzir suas refeições.

8- A fluência na língua espanhola será um diferencial no seu curriculum.

Fique à frente de seus concorrentes e acrescente o espanhol no seu curriculum e faça a diferença. 

Se você acha que apenas falar o seu idioma corretamente é o bastante para a sua vida profissional. Engana-se. Isso porque multinacionais e grandes empresas estão dando preferência aos profissionais que são bilíngues, pois agregam valores diferenciados aos negócios e aumentam a lucratividade.

Existem empresas que lidam diariamente com países onde o espanhol é língua oficial e esta empresa pode ser aquela que você nunca é chamado e não sabe o porquê.

Lembre-se que há casos em que ocorrem reuniões em videoconferências, negociações, entre outras situações em que você deverá dominar o idioma.

Portanto seu salário poderá aumentar e muito.

9- O intercâmbio cultural será favorecido

É necessário pensar em sua vida acadêmica, mas também é primordial saber o que você fará depois fora da Universidade, no mercado de trabalho.

Aprender espanhol passa de um hobbie para uma vaga de emprego em outros países se no seu passeio verificarem que é fluente na língua.

Sem contar que não passará por nenhum fato constrangedor e nem desagradável ao saber outro idioma.

Ao aprender espanhol, você poderá visitar muitos outros países, e esse tipo de experiência é bastante valorizada pelas empresas. É uma das línguas mais faladas em estações de rádio, canais de televisão, revistas, publicações na internet e em outros meios de comunicação.

10- Os países latino-americanos têm drasticamente crescido no âmbito econômico

Por exemplo, a Espanha está em quinto lugar entre as principais economias da Europa, apresentando um PIB que supera 1,4 trilhão de dólares.

Sua economia tem como base a exportação de veículos, além de calçados, construção naval, indústria siderúrgica, química e têxtil.

Na agricultura os destaques são para a produção de uvas e laranjas.

Os espanhóis são grandes produtores de vinhos e azeites.

A pesca também é uma atividade econômica difundida, o país possui a maior frota pesqueira do mundo.

O turismo tem sido responsável por grande parte da receita do país.

Outro exemplo é o Chile, país rico em recursos minerais, especialmente em cobre, tendo em vista que cerca de 38% das jazidas mundiais encontram-se no país. Esse fato resulta na posição de primeiro lugar em produção desse minério em escala mundial.

O Chile também oferece boas opções de turismo, dentre elas, as que mais se destacam são: o balneário de Viña del Mar, além da região dos Lagos Andinos.

Já na Costa Rica localizada na América Central e é um país com recursos naturais bastante diversificados, onde possuem florestas nativas que abrigam grandes riquezas de espécies vegetais, tais como ébano, balsa, camba e cedro, robles, cipreses, manglares, helechos, guácimos, ceibas e palmas.

Na fauna destacam-se animais como puma, jaguar, macaco, coyote e tatu. Com isso, Costa Rica alia positivamente e sustentavelmente desenvolvimento econômico e social com preservação ambiental, que fatores essencialmente valiosos no mundo atual.

11- O Espanhol juntamente com a língua portuguesa é a língua oficial do Mercosul (Mercado Común del Sur, em espanhol)

O Mercosul é um processo aberto e dinâmico tem assinado acordos de tipo comercial, político ou de cooperação com um diverso número de nações e organismos nos cinco continentes.

As potencialidades do MERCOSUL nas mais diversas áreas são imensas visto que em seu território de quase 15 milhões de km2 conta com grande variedade de riquezas e tesouros naturais que possui a humanidade: água, biodiversidade, recursos energéticos e terras férteis.

Em resumo é excelente para seu futuro profissional (econômico e financeiro) e privado (desfrutando de viagens extraordinárias e inesqueciveis).

12- Além de outras razões, aprender outro idioma faz bem para seu cérebro. 

Aprender outro idioma mantém sua mente ativa, colabora para a qualidade do envelhecimento e além de trazer bem-estar.

Foram estas as constatações de um estudo realizado pela Universidade Penn State, dos Estados Unidos. Também melhora sua capacidade de memorização.

Na revista Galileu de 2016, Humberto Abdo aponta 5 razões científicas para você aprender outro idioma e entre elas está:

– Os riscos de ter Alzheimer ou demência diminuem, pois aprender outra língua fortalece a memória e capacidade de tomar decisões.

– Além de você ficar consciente do mundo ao seu redor e ganha independência sentirá mais confiante e autossuficiente para lidar com situações desafiadoras como um intercâmbio ou conferência internacional.

Saber outra língua, como espanhol ou mandarim, pode ser o seu diferencial na hora de conseguir um bom emprego.

Estudar outro idioma permite que você amplie seu repertório cultural.